Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

02
Ago16

10 ideias para aumentar a sua força de vontade

Sr. Solitário

A força de vontade é impulsionadora para tudo o que acontece na vida e constitui a capacidade de fazermos algo de forma intencional, que naturalmente não nos seja fácil de levar cabo e para o qual vamos precisar de esforço e dedicação, vencendo eventuais dificuldades ou estados de espírito menos favoráveis. E ao contrário do que muitos pensam, todos temos força de vontade! O que varia é o seu grau de intensidade e a capacidade para a canalizarmos para determinadas tarefas, ações ou atitudes.

Foto livre de direitos (pixbay)

 

No entanto, tal como treinamos os nossos músculos no ginásio, também é possível treinar a nossa força de vontade para vencer os maus hábitos, as tentações, a desmotivação, o constante adiamento, a preguiça ou a falta de disciplina, entre outros obstáculos que interferem com os nossos objetivos.

 

1. Estimule a motivação

 

A força de vontade está fortemente relacionada com a motivação, que não é mais do que ter um motivo para fazer determinada ação, que será tão ou mais bem-feita quanto mais disciplina tivermos.

 

Para estimular a motivação tome consciência do resultado provável de uma determinada atitude menos boa. Pense claramente nos piores cenários possíveis e questione-se se é esse o futuro que deseja para si. Esta é um exercício de motivação negativa, mas que pode ser útil para aprender a valorizar o que pretende alcançar, percebendo o impacto negativo dos seus maus hábitos e o quanto o afastam dos seus objetivos.

Foto unsplash de Wynand van Poortvliet

 

 

2. Desenvolva habilidades

 

Provavelmente continua um determinado mau hábito por falta de conhecimento ou habilidades para fazer determinadas coisas. Se cozinha mal e nunca aprendeu a fazer refeições saudáveis, provavelmente é por isso que come mal e engorda. A ausência de uma determinada habilidade pode sabotar a sua força de vontade.

 

Por seu turno, com grande facilidade, podemos deixar-nos levar pelo estado de ânimo do momento, deixando para trás o que deveríamos fazer para alcançarmos o que queremos e fazermos algo da qual obtemos satisfação facilmente, sem necessidade de termos quaisquer habilidades ou competências.

 

Assim, para dar um impulso à sua força de vontade, deve procurar adquirir as habilidades e conhecimentos que lhe permitam enfrentar os desafios a que se propõe.

 

3. Encontre as suas paixões

 

A força de vontade também depende muito dos objetivos que colocamos a nós próprios, que devem estar de alguma forma relacionados com as nossas melhores habilidades e competências. Por isso, é importante conhecermos aquilo que gostamos e que nos faz sentir bem, bem como conhecer as nossas forças, virtudes e capacidades para sermos bem-sucedidos.

Foto unsplash de Yudi Susilo

 

 

4. Procure rodear-se de pessoas que o ajudem

 

Ter alguém com quem contar para quebrar os maus hábitos é essencial, pelo que deve procurar rodear-se de pessoas positivas com quem possa partilhar dificuldades e dúvidas, bem como objetivos, desafios e conquistas. Essas pessoas podem ajudar quando tudo se torna mais difícil ou quando acaba por dar pequenos passos para trás. Ter estas pessoas à sua volta, com quem pode partilhar objetivos, pode ser um excelente incentivo para a sua força de vontade. Simultaneamente, tente identificar as pessoas que na sua vida o puxam na direção errada.

 

5. Estabeleça um sistema de incentivos

 

Quando tem sucesso numa mudança a que se propôs, vai sentir orgulho, sensação do dever cumprido, de capacidade para ultrapassar obstáculos. Isso, por si só, é já um grande reforço. Mas mais do que isso, festeje as suas conquistas. Não precisa de ser uma celebração extravagante, pode ser um simples jantar com a sua cara-metade, mas estabelecer esse sistema de incentivos pode promover a força de vontade para atingir objetivos.

Foto unsplash de Karina Carvalho

 

 

6. Controle o seu ambiente

 

É muito importante ter noção do poder que alguns fatores externos podem ter sobre si. Se gasta muito dinheiro quando vai ao centro comercial, então evite lá ir; se comer num prato pequeno vai dar a sensação de estar a comer maior quantidade, passe a fazê-lo; se para ir ao ginásio tem de percorrer vários quilómetros, é natural que não o faça. Controlar alguns dos ambientes onde se movimenta e facilitar a execução das tarefas a que se dispõe fazer pode ser muito eficaz. Por isso, e apesar de não poder andar sempre a fugir das coisa a longo prazo, numa primeira fase é importante fazê-lo.

 

7. Siga em frente perante o fracasso

 

O fracasso pode acontecer tanto por falta de empenho como por expectativas irrealistas. Por isso, os fracassos devem ser entendidos como uma oportunidade de aprendizagem, de perspetivar novas formas de chegarmos aonde pretendemos. Por isso, é imperativo continuar em frente e recomeçar com maior empenho. Como diz o ditado “não importa as vezes que caímos mas sim aquelas a que estamos dispostos a levantarmo-nos”

ggg.jpg

 

 

8. Controle os seus impulsos

 

Para melhorarmos a nossa força de vontade, devemos aliarmo-nos à autodisciplina. Só ela nos dá capacidade de resistir e persistir em qualquer coisa que façamos, dotando-nos da capacidade de suportar privações e dificuldades, quer sejam físicas, emocionais ou mentais, rejeitando a satisfação imediata para conseguirmos algo melhor com esforço e tempo.

 

9. Use a cromoterapia como aliada

 

Segundo a cromoterapia, as cores utilizadas da forma correta podem ter um efeito profundo sobre nós, para equilibrar e fortalecer os nossos centros de energias (a que chama chakras). Neste caso, as cores da força de vontade são o vermelho e o laranja.

 

O vermelho estimula a circulação do sangue e permite a libertação de adrenalina. Por isso é altamente revigorante, energético e excitante. Como atua sobre o sistema nervoso, dá mais confiança, coragem, iniciativa, força de vontade e constância, superando estados depressivos e o cansaço. Por seu turno, o laranja levanta o estado de espírito e proporciona uma sensação de euforia.

 

Por isso, se incorporar estas cores ao seu redor, pode estimular a sua força de vontade.

Foto unsplash de Quentin Keller

 

 

10. Faça alguns exercícios simples

 

Por muito banais que possam parecer, existem alguns exercícios que pode fazer que vão contribuir para ter mais poder e força interior.

 

a) Nos transportes públicos levante-se e ofereça o seu lugar a idosos ou grávidas. Não só é boa educação mas também está a fazer algo que lhe vai causar incómodo, o que irá exercitar a superação da resistência do seu corpo, mente e sentimentos.

b) Anda há anos para pintar a parede do seu quarto mas não está muito virado para a pintura de interiores? Tem o carro sujo mas não lhe apetece lavar? Supere a sua preguiça. Convença-se que o que tem de ser feito é importante.

c) Acabou de jantar? Levante-se e lave os pratos que tem no lava-loiça, mesmo que o impulso seja deixar a limpeza “para amanhã”. Não deixe que a preguiça vença a sua força de vontade.

d) Gosta do café com açúcar? Durante uma semana decida reduzir para metade.

e) Resista ao impulso de dizer algo com pouca importância ou que vá magoar alguém.

f) Apetece-lhe uma bola de berlim? Está a sorrir para si na vitrina? Não ceda ao seu desejo.

24 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Este blogue tem direitos de autor

Copyrighted.com Registered & Protected 
AV4F-DECN-50AT-8KBU

A ler...

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D