Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

27
Set16

O meu anjo da guarda

Sr. Solitário

Desde pequeno que ouço dizer que todos nós temos um anjo da guarda que cuida de nós e que nos protege, de noite e de dia. Sempre imaginei o meu com uma túnica branca debruada a ouro, que lhe chega até aos pés descalços e perfeitos, com uma expressão doce no rosto, de olhos semicerrados sorrindo-me, de cabelo claro e encaracolado até aos ombros, e com umas grandes asas brancas, capazes de me cobrir o corpo, que ao levantar voo, resplandeciam com a luz do sol e deixavam cair algumas penas que sempre apanhei e guardo numa caixa forrada a papel de embrulho bem guardada nos confins da minha mente.

 

Sentia-o perto de mim sempre que eu corria pelos campos fora e me empoleirava nos muros, aparando-me cada vez que eu me desequilibrava, nunca me deixando cair. À noite, pedia-lhe que me protegesse e vigiasse os meus sonhos, para que os pesadelos não me pertubassem. Algumas vezes ajoelhava-me perto da cama, juntava as minhas mãos pequeninas e magras numa prece e pedia com vigor: "Oh meu anjo da guarda, que és a minha companhia, guarda a minha alma de noite e de dia".

 

Conforme fui crescendo admito que nunca o deixei descansado, o meu anjo da guarda tinha que estar sempre alerta e, ainda hoje, lhe peço ajuda sempre que estou aflito. Agradeço-lhe sempre toda a ajuda que me dá e peço que olhe também pelos meus, como sempre olhou por mim.

 

formacao_qual-e-o-meu-anjo-940x500.jpg

 

26
Set16

Outono

Sr. Solitário

Como já referi aqui algumas vezes, eu não gosto do verão. Não gosto mesmo. O tempo quente irrita-me, deixa-me como uma árvore sem virtude (como dizia a minha avó), sem ação. A minha estação preferida é o outono. Principalmente porque o tempo quente termina nesta estação. Já se começa a sentir as noites mais frias, em que apetece colocar mais um cobertor na cama (eu já coloquei os lençóis térmicos), e dormir bem aconchegados no quentinho. Adoro! Mas não é só por isso.

 

O outono traz consigo a época das colheitas. Desde as deliciosas castanhas, até às abóboras, o milho, frutas variadas, entre outras. Já se vê as folhas das árvores a ficarem coloridas, trajando as cores da época e, aqui e ali, algumas já caídas no chão, vencidas pelo vento que as arrancou de suas casas.

Ah! Adoro o outono.

 

Outono.jpg

 

25
Set16

Ser tio...

Sr. Solitário

Ser tio também é desconfiar sempre que a minha sobrinha está em silêncio.

Ora hoje pela manhã, a minha sobrinha, com uma energia inesgotável, brincava e brincava fazendo um barulho capaz de acordar toda a gente aqui em casa e os vizinhos. Após beber o seu leite com chocolate no biberão, um pequeno almoço indispensável para ela, eis que dou por mim a reparar que ela estava muito silenciosa... Tanto eu como a minha mãe chamamos por ela várias vezes, um chamamento ao qual ela não respondeu, muito estranho!

 

Decidi ir procura-la e dei com a porta de casa de banho fechada. Ao abri-la, deparei-me com um cenário de cortar a respiração, literalmente, tal era o cheiro nauseabundo que senti!

A minha querida e adorada sobrinha fez cocó no pote, tão linda! Mas como ela é uma menina muito limpa, decidiu despejar todo o conteúdo do pote dentro da sanita, depois pegou no piaçaba  e esfregou todo o tampo da sanita... Imaginem o panorama, era m*rd@ por todo o lado!!

Quem limpou tudo, quem foi? Sem comentários...

23
Set16

Sinto os blogs parados

Sr. Solitário

Não sei o que se passa com o pessoal da blogosfera mas sinto que muitos deles estão parados, sem inspiração talvez, não há aquela interação tão grande que existia entre todos, e eu pergunto porquê?

Alguns dos blogs que gostava de ler e seguir, simplesmente pararam, deixaram de aparecer. Quando visito os blogs na minha área de leitura, reparo que aqueles comentários todos que outrora via, resumem-se apenas a um ou outro.

Pessoal da blogosfera, o que se passa? Vamos escrever ate que nos doam os dedos! Se não souberem o que escrever, digam como correu o vosso dia pelo menos. Não deixem os blogs parados.

 

21
Set16

O regresso às aulas do meu tempo

Sr. Solitário

Numa altura em que o regresso às aulas já iniciou, quis partilhar mais algumas memórias do meu tempo de estudante e da importância que dava ao momento, um pouco diferente do que aquilo que vejo nos tempos de hoje.

Os livros escolares, previamente encomendados na papelaria mais próxima, vinham envoltos em papel celofane transparente, que eu logo tirava e passava tardes inteiras a desfolha-los e a visualizar figuras e todo o design, com todo o cuidado. Adorava sentir o cheiro a novo dos livros e guardava-os numa gaveta para que não se estragassem, não queria que eles tivessem nem um arranhão.

 

Os cadernos, os lápis, as canetas e todo o restante material escolar era comprado depois, aos poucos, para que as despesas económicas inerentes à compra dos mesmos não fosse tão dispendiosa.

Alguns dos materiais eram aproveitados do ano anterior, a não ser que estivessem velhos e desgastantes. Lembro-me que tive uma mochila que durou três anos letivos. O mesmo não acontece atualmente, em que o marketing quase que exige a compra de uma mochila nova todos os anos.

 

Quando reuníamos todo o material havia uma vontade enorme de experimentar tudo e a primeira página de um caderno era escrita com uma letra bem mais bonita e aperfeiçoada. Lembro-me tão bem dos marcadores da Molin, tão famosos no meu tempo, dos guaches da Giotto, das lapiseiras e borrachas brancas da Rotring, das canetas Bic e das suas diferentes cores, dos lápis às riscas amarelas e pretas da Staedtler e das suas diferentes grafias.

Que saudades!

 

18818910_NUvys.png

 

20
Set16

Novelas a mais!

Sr. Solitário

Já critiquei a televisão portuguesa aqui, precisamente por causa de a maioria dos programas portugueses terem todos eles um número sempre disponível para ligarmos e ganharmos grandes quantias em dinheiro e mais uma série de infindáveis prémios e tal e coisa! Bem, sobre isso não tenho mais nada a acrescentar. 

 

O que me leva a escrever mais uma publicação, criticando mais uma vez a televisão portuguesa, foi o facto de existirem tantas, mas tantas, novelas ao longo do dia... e da noite!

Pois estava eu ontem a ver um pouco de televisão antes de me deitar, quando reparei que a SIC transmitia uma nova novela que tinha estreado uma semana antes. Até aqui tudo bem, apoio totalmente tudo aquilo que é nacional. Contudo, o que me deixou mais intrigado, foi o facto de transmitirem a novela em questão, sem antes acabarem a antiga... o que é normal sempre acontecer (já devia estar habituado). Mas o mais parvo disto tudo é que a mesma foi transmitida no INTERVALO da antiga! Mas o que é isto?! É como se eu estivesse a ler um livro, fazia um intervalo e pegava noutro livro, e voltava ao mesmo. Um absurdo, na minha opinião.

 

Já para não falar de mais uma novela que se seguiu, depois dessas duas terem terminado, e ainda mais outra! Ao todo foram 4 novelas que a SIC transmitiu em 3 horas e meia!
Mudando de canal para a TVI, a mesma coisa... Novelas.

É novelas na hora de almoço, é novelas na hora do jantar, é novelas pela noite dentro, é novelas de madrugada... Possa, é preciso uma paciência!

 

19
Set16

Duas semanas depois de Coração de Papel

Sr. Solitário

Faz precisamente duas semanas que iniciei um novo projeto, a escrita de um romance através do blog. Mas não um romance qualquer, um romance gay. Não tinha qualquer objetivo com a escrita a não ser a divulgação do mesmo, assim como as reações em tempo real que vou tendo cada vez que publico um novo capítulo.

 

A verdade é que não estava à espera que esta trama tivesse tanto sucesso! Dou por mim a ter receio de não corresponder a tantas expectativas e tento sempre arranjar um equilíbrio para não desiludir quem tem acompanhado esta história que tanto tem apaixonado os leitores da blogosfera e não só. No facebook do blog os números de visitas aumentam e as publicações tornam-se populares.

 

Tantos leitores reclamam de eu só publicar um capítulo por dia e dos mesmos serem curtos. Tenho feito um esforço enorme para aumenta-los e ao mesmo tempo ter disponibilidade para este blog, pois a história evolui conforme a vou escrevendo, genuinamente, na hora. Não tenho o romance escrito num documento onde poderia fazer copy/paste, tudo o que escrevo é feito na hora e cada capítulo demora cerca de 2 horas a ser elaborado.

 

Por fim, tenho a agradecer a todos pelo incentivo, pelo apoio, pois sem isso esta história não teria pernas para andar.

A quem ainda não leu, deixo aqui uma referência. Deixe-se apaixonar por esta história.

http://coracaopapel.blogs.sapo.pt

 

16
Set16

Xau limpa máquinas

Sr. Solitário

A propósito do texto de ontem, onde contei um episódio engraçado acerca da minha máquina de lavar e as suas manias (manias essas causadas por mim, mas isso não interessa nada agora!), hoje decidi partilhar com vocês um produto que comprei e gostei bastante. Fala-vos do mais recente produto de limpeza da máquina de lavar da marca Xau.

 

Já algum tempo que eu notava que a minha roupa ao sair da máquina não cheirava a lavado, aquele cheiro agradável a detergente que sinto nas roupas dos vizinhos. Cheguei mesmo a comprar vários amaciadores com os seus variados aromas, mas nem assim a roupa ficava com um cheiro aprazível.

Quando vi o anúncio deste produto na televisão, chamou-me a atenção e, então, comprei-o para experimentar para ver se resultava. Seguindo as instruções disponíveis na caixa asseguro-vos que todo o processo de limpeza da máquina não é nada complicado e o resultado é muito eficiente.

 

A máquina fica limpa, com um cheiro agradável e agora a minha roupa tem um cheiro bastante prazeroso quando a estendo.

Recomendo mesmo, e olhem que não me pagaram nada para escrever isto, eu é que tive que pagar o produto!

 

5773773.jpg

 

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Este blogue tem direitos de autor

Copyrighted.com Registered & Protected 
AV4F-DECN-50AT-8KBU

A ler...

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D