Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

21
Abr16

A segunda consulta

Sr. Solitário

Depois do dia de ontem (ainda estou a pensar se não devo eliminar o post anterior), hoje o dia já está a ser bem melhor!

 

Antes de mais nada, quero deixar aqui o meu profundo agradecimento à Linha de Saúde 24, que foram extremamente atenciosos aquando da minha chamada. A enfermeira que me atendeu, da qual já não me lembro do nome tal era o meu estado, foi tão doce e simpática que conseguiu acalmar-me um pouco e aconselhar-me da melhor forma, através da linha. Aconselhou-me que deveria ser visto por um médico ainda no mesmo dia.

 

Dirigi-me, mais tarde, ao Centro de Saúde. Expliquei a situação que me deixou logo ali em lágrimas, estava tão fragilizado depois de um dia exaustivo em que o meu corpo não me obedecia. A funcionária ficou comovida e logo tentou me reconfortar. Disse-lhe "que vergonha" pois estava de tal forma envergonhado de mim mesmo por estar naquela situação e ter de a expor.

A funcionária logo me disse que não tinha que ter vergonha de nada "tu não pediste para ficar assim, tem calma vá...".

 

O meu médico atendeu-me mal pôde. Contei tudo aquilo que estava a passar, de olhos postos no chão, de mãos trémulas que se remexiam. Ele olhava-me de alto a baixo e tentava olhar-me nos olhos quando tentava que respondesse a algo mais sério, sempre atento. Prescreveu-me mais um comprimido, desta vez não em SOS, mas sim uma espécie de tratamento continuado.

 

Logo depois me disse: "eu acho melhor ires a um psiquiatra... se eu passar a prescrição, tu vais?".

Fiquei momentaneamente sem saber o que responder. Será que ele pensa que eu estou a ficar maluco, a perder o juízo? Talvez estou mesmo.

Disse um "sim" baixinho, cheio de incertezas. É algo que não queria muito. O nome Psiquiatra já de si mete medo. Mas tem que ser, é para o meu bem.

 

O médico escreveu no email dirigido a instituição um "pedido urgente".

 

Não sei se deveria ter escrito também este post, eu já não tenho a certeza de nada. Tenho receio do que vão pensar de mim. Já fiz aqui tanto amigos e não os quero perder porque estou a ficar maluco.

 

Acreditem, isto é tão complicado!!

38 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D