Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

11
Mai16

Autorretrato

Sr. Solitário

Sr. Solitário, será sempre o meu nome
De olhos escuros, o rosto magro e comprido
Do destino que, por vezes, me consome
E do desgosto já por mim sentido.

Cabelo castanho e em mau desalinho
É assim que encontro alguma beleza
Feições de criança perdidas no caminho
Que não quero encontrar, com toda a certeza!

Se me perguntarem quem sou, irei responder:
Sou um jovem inteiramente sonhador,
Que vive na fantasia do mais belo ser
E espera alcançar o real sentido do amor.

Por alturas a escrever, outras a cantar
Os sentimentos que procuro no coração.
Umas vezes a sorrir, outras a chorar
E tudo não passa desta simples narração.

41 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D