Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

11
Fev17

Eu também leio a Cristina

Sr. Solitário

cristina.jpg

Imagem retirada do blog de Manuel Luís Goucha

 

No dia em que comprei pela primeira vez a Cristina, movido por uma curiosidade crescente a cada dia que passava, fiquei um pouco desiludido. Quando a folheei, notei que a mesma era mais direcionada para o público feminino, cheia de conselhos de make up, penteados, roupa e acessórios de moda. Arrumei-a numa gaveta com a decisão de nunca mais a manusear.

 

Entretanto, certo dia em que me encontrava entediado, voltei a pegar-lhe, comecei a ler algumas frases e, por incrível que pareça, li-a toda de uma assentada! Devorei cada palavra, deliciei-me em cada frase num português escorreito que cativou toda a minha atenção. Afinal, a revista Cristina não era só de moda feminina, era também constituída por textos e entrevistas emocionantes.

 

Desde que acompanho a Cristina Ferreira como profissional, admirando a sua humildade e espontaneidade, desenvolvi um enorme respeito e carinho por uma apresentadora considerada "saloia", que passei a idolatrar. Acompanhei o seu crescimento, tanto a nível pessoal como profissional, e, hoje, fico contente por saber tudo aquilo que ela conseguiu alcançar à custa do seu esforço e trabalho. É uma prova viva de que, com dedicação e empenho, tudo se consegue... basta acreditar!

 

Eu também leio a Cristina, e vocês?

 

17 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Este blogue tem direitos de autor

Copyrighted.com Registered & Protected 
AV4F-DECN-50AT-8KBU

A ler...

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D