Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

03
Jun16

O meu silêncio

Sr. Solitário

Se pudesse dizer, se pudesse falar

Tudo aquilo o que estou a sentir

Dava voz à minha dor, ia gritar!

Para que todo o mundo me pudesse ouvir.

 

Iria chorar, eu sei que sim

Mas que posso eu fazer?

Se o destino parece estar contra mim

Não vejo solução senão sofrer.

 

Meu Deus! Estou com tanto medo!

E sinto que preciso ficar sozinho

Tenho de me calar, guardar segredo

Pois ninguém me pode mostrar o caminho.

 

Estou na dúvida, na incerteza

Será que isto pode ser real?

Não tenho uma resposta com firmeza

Mas sei que a partir de hoje, nada será igual.

 

Porque estou com este pressentimento?

Que desespero... Qual a razão?

Não posso ouvir o pensamento

Pois ele está cheio de ilusão!

 

Dentro de mim há uma esperança

De que tudo irá correr pelo melhor

Ah! Se pudesse voltar a ser criança

Iria viver a vida com mais amor!

 

Ajudem-me! Preciso sair daqui!

Levem-me para longe deste tormento

Meu amor, preciso tanto de ti...

Quero dizer-te o que sinto neste momento.

 

Não olhem para mim, quero paz!

Quero fingir que nada aconteceu

Mas será que, no fundo, sou capaz?

Sinceramente, este mundo não é o meu.

 

 

27 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D