Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

18
Mar16

Os fantasmas

Sr. Solitário

Acordo sempre cedo pela manhã. Por vezes gostava de dormir mais um pouco, quando posso, mas não consigo. Chega àquela hora e o meu corpo, tal como um relógio, desperta totalmente. Levanto-me, subo o estore e olho lá para fora pelo vidro da janela. O dia hoje acordou chuvoso, cinzento, frio.

 

Mais um dia que começa e lá vou eu, resignado, arrumar umas quantas coisas que adiei, preparar o meu pequeno-almoço, ver um pouco de televisão, estar um pouco na internet.

Coloco um pouco de música, limpo tudo cá em casa, freneticamente, tentando me aquecer, ou não seria eu uma pessoa stressada que quer fazer tudo ao mesmo tempo e acaba por não fazer nem metade!

 

É assim praticamente os meus dias quando não vou trabalhar. Não consigo estar parado, nem quero, manter a cabeça ocupada com coisas úteis é meio caminho andado para bloquear o aborrecimento. Com ele vem os maus pensamentos, aqueles que me deixam em estado vegetativo.

 

Por norma sou bastante brincalhão, divertido, gosto de dizer piadas, fazer palhaçadas, uma pessoa cheia de vida! À partida ninguém diria que por dentro existe outra pessoa que todos desconhecem. O Sr. Solitário.

 

Porém, chega a noite e com ela todos os fantasmas. Quero gritar para eles se irem embora, quero ficar sozinho! Mas não me ouvem... Trazem a noite mais escura, fria, crua, devastadora.

Eles chegam e entram pelo meu quarto sem permissão, assaltando a minha mente, arrancando a alegria proveniente do dia, deixando-me sem ar. Levam-na e deixam-me a angústia, o medo, a solidão.

O meu coração bate descompassadamente no meu peito, quer sair pela boca, fugir deste corpo tão atribulado como um carrossel, às voltas e mais voltas.

 

É ela, a ansiedade. Vem aí. Consigo senti-la, ouço os seus passos. Tento pensar em coisas boas para afasta-la mas ela é tão mais forte que eu que consegue sempre vencer-me! E começa tudo outra vez.

25 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Este blogue tem direitos de autor

Copyrighted.com Registered & Protected 
AV4F-DECN-50AT-8KBU

A ler...

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D