Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

26
Mai17

Passadiços do Paiva

Sr. Solitário

Ontem à tarde fui até aos Passadiços do Paiva pela primeira vez. O tempo estava mais ameno, pelo que foi mais fácil galgar os 8km de pleno esplendor, sempre em contacto com a natureza.

Não consigo transmitir em palavras tudo aquilo que vivi durante duas horas e meia. Então, vou deixar as palavras de lado, e passo às fotografias que tirei que espero que sejam tão bonitas quanto àquilo que o meu olhar albergou. Não são muitas, aliás todas as fotografias que reuni nunca serão suficientes para mostrar a beleza de tamanho local.

Recomendo vivamente a visita.

 

20170525_153524.jpg

 

20170525_154214.jpg

 

20170525_154255.jpg

 

20170525_155024.jpg

 

20170525_160241.jpg

 

20170525_160253.jpg

 

20170525_161017.jpg

 

20170525_161159.jpg

 

20170525_161207.jpg

 

 

20170525_164100.jpg

 

20170525_164355.jpg

 

 

 

15
Dez16

Desafio superado!

Sr. Solitário

O Remus, autor do blog Pontos de Vistas, lançou-me um desafio que consistia em escrever um texto para uma fotografia à sua escolha e de sua autoria, como todas as que ele publica diariamente.

Eu aceitei-o de bom grado e, quando vi a imagem que me calhou, dei largas à minha imaginação e escrevi um humilde soneto sobre Linhas e Memórias. Para ver aqui neste link.

Espero que gostem e claro, não deixem de visitar o seu blog, serão sempre presenteados com ótimas fotografias.

 

07
Out16

Regoufe - Terras da Serra da Freita

Sr. Solitário

Hoje dou-vos a conhecer, através de algumas imagens, a pequena e recatada aldeia de Regoufe, situada em plena Serra da Freita que, em tempos mais antigos, certamente foi mais movimentada.

Esta aldeia foi marcada pelas minas de Regoufe. Diz-se que os antigos mineiros residiam nesta pequena aldeia e que das minas faziam o seu trabalho. Para chegarmos às suas ruínas, temos de deixar o carro estacionado em frente ao caminho de acesso, pois para lá chegar só mesmo a pé.

A vista que podemos observar do alto desta aldeia é magnífica. Tenho pena de não ter tirado mais fotografias mas um dia irei lá voltar e brindar-vos com mais imagens destas.

 

2.jpg

3.jpg

4.jpg

5.jpg

6.jpg

 

07
Set16

Momentos #02

Sr. Solitário

No ano passado fui até à praia da Torreira. Foi a primeira vez, nesse ano, que fiz praia... é verdade! Já tinha saudades do cheiro da maresia, da areia fina nos meus pés, do mar frio envolvendo-nos com a sua água salgada.

 

Entretanto, debaixo de um sol quente e de um vento fresco convidativo, assisti à apanha do peixe pelos pescadores da zona. Juntou-se logo ali um aglomerado de gente para ver o peixe sair da água, presos na rede, remexendo-se, tentando lutar pela vida.

 

Mas, o momento mais maravilhoso que ali se passou não foi a pesca em si, mas sim as gaivotas. Esfaimadas, elas sobrevoavam o mar, sôfregas, tentando pescar com os seus bicos os peixes frescos para seu deleite ali mesmo. Juntaram-se tantas que até tive receio que esbarra-se nalguma delas.

 

Um momento maravilhoso que quis recordar e partilhar com todos vocês.

 

1.jpg

2.jpg

3.jpg

4.jpg

5.jpg

6.jpg

 

29
Ago16

Momentos #01

Sr. Solitário

Certo dia fui a um centro de reabilitação com um amigo que foi visitar um familiar, ali para os lados de Valadares. Um centro muito bom, com uma vista magnífica para o mar. Tenho a certeza que todos os pacientes que passam por lá, sintam uma calma e uma tranquilidade enormes. Adormecer e acordar com o som das ondas deve ser algo indescritível, capaz de ajudar a curar todas as feridas.

 

Após a visita, já o dia se findava, decidimos dar um passeio pelo areal, contemplando o pôr do sol. Eis que avistamos ao longe, vindo do centro de reabilitação, um rapaz de cadeira de rodas, que se movia rapidamente em direção à praia.

 

Lutando contra a falta de mobilidade, este jovem conseguiu vencer todos os obstáculos que encontrou no seu caminho até chegar ao destino, ao seu objetivo. Contemplar o mar mais de perto, fora das janelas do centro de reabilitação, mesmo do outro lado da rua.

Ficou ali durante muito tempo olhando o mar e pensando na vida, enquanto o dia ia escurecendo aos poucos, dando lugar a uma noite estrelada.

 

Naquele momento pensei em todas as minhas dificuldades e no quanto insignificantes elas eram. Se um jovem com falta de mobilidade conseguiu chegar até ao areal da praia, então todos nós conseguimos alcançar todos os nossos objetivos. É preciso é lutar por eles, com esforço e dedicação.

Não pude deixar de gravar este momento e partilhar com todos vocês. Nunca mais o vou esquecer.

 

"Agir, eis a inteligência verdadeira. Serei o que quiser. Mas tenho que querer o que for. O êxito está em ter êxito, e não em ter condições de êxito. Condições de palácio tem qualquer terra larga, mas onde estará o palácio se não o fizerem ali?"
 

 
Fernando Pessoa

 

1.jpg

2.jpg

3.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Este blogue tem direitos de autor

Copyrighted.com Registered & Protected 
AV4F-DECN-50AT-8KBU

A ler...

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D