Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

06
Jun17

O Pavilhão Púrpura - José Rodrigues dos Santos

Sr. Solitário

Este é o segundo volume da trilogia "As Flores de Lótus". A história continua com as mesmas personagens oriundas de 4 países diferentes: Portugal, Japão, China e Rússia. Tal como o primeiro, este é um livro para ler com moderação, daí a ter demorado mais tempo a acabar a sua leitura.

É um livro pesado, tanto a nível físico como a nível emocional, sempre cheio de detalhes históricos que me interessaram bastante. Contudo, um pouco enfadonho na parte política, mas isso já depende do gosto literário de cada um.

 

O terceiro livro que encerra esta trilogia, O Reino do Meio, está previsto ser publicado em outubro.

 

Boas leituras.

 

O-pavilhão-purpura.jpg

 

29
Mai17

Escondo-me em palavras

Sr. Solitário

1-too_many_words_by_payana-dev.jpg

 

O mundo agita-se lá fora. Há sempre um burburinho no ar, abafado pelas janelas, que corta o pesado silêncio que as paredes enrugadas da minha casa carregam. Todas elas são testemunhas da minha solidão, são elas que amparam os meus golpes de desespero, são elas que calam o meu choro. Se fossem notificadas por um qualquer tribunal dos sentimentos, onde eu me sentava na cadeira do réu, estas paredes eram a prova mais fidedigna da minha culpa.

 

Sento-me no sofá da sala com um livro nas mãos, abro-o e sou invadido pelo conforto das palavras, elas abraçam-me o corpo esguio, levantam-me e levam-me para onde elas querem ir. E eu deixo-me levar.

Conheço várias pessoas, variadas personagens que as palavras do livro me apresentam, e sinto que a minha solidão se desvanece aos poucos, transformando-se num sentimento quase inexistente. Vivo tantas aventuras, presencio tantos momentos, que de tão singelos que são me trazem de novo à vida, àquela vida que eu quero viver.

Porém, as palavras começam a dançar num ritmo que não compreendo perante os meus olhos já de si cansados, tenho que parar e fechar o livro, voltar para a minha clausura.

 

Reparo que o mundo lá fora não parou enquanto estive ausente, o burburinho continua, eu é que não o acompanhei. Não me importo - penso com um encolher de ombros - prefiro mil vezes a vida que se passa nos livros do que viver a minha própria vida.

Fecho as cortinas, entregando a casa mais uma vez à escuridão, e nela permaneço até que tenha vontade de ler novamente.

 

 

05
Jan17

Livros esquecidos

Sr. Solitário

Não tenho lido nada ultimamente. Tenho vontade de ler, sinto essa necessidade, mas os dias vão passando sem que pegue num livro e me absorva na sua história. No meu quarto, os livros amontoam-se e permanecem fechados, esperando pacientemente a sua vez para serem lidos.

Quando os observo penso sempre que passou mais um dia sem eu ler uma única palavra que seja e sinto um vazio, sinto pena deles. Já pensei em não acabar a história que permanece em suspenso, o livro que "estou a ler" e do qual tenho uma imagem na barra lateral deste blog, não sei... penso que será esse livro que me está a roubar a vontade de ler... Mas se recomeçar, será que consigo leva-lo avante? Essa dúvida faz com que adie essa minha decisão e os livros permanecem esquecidos e em silêncio esperando a minha vontade.

 

cemiterio.png

 

24
Out16

Grey - E. L. James

Sr. Solitário

Gostei muito deste livro. Ao lê-lo, senti uma nostalgia muito grande que vem de há 3 anos atrás, quando li esta trilogia. Neste livro recordamos a história que apaixonou e viciou muitos leitores, só que desta vez narradas pelo próprio Christian Grey.

Há muitas pessoas que ao ouvirem falar da saga "As 50 Sombras de Grey" pensam somente numa única coisa, sexo e mais sexo. Mas não. A história não fala só e apenas de sexo, há toda uma história e um enredo fantástico que nos deixa deslumbrados. Arrisco-me mesmo a dizer que também se trata de uma história de amor, bastante atribulada.

É lindo.

 

2.jpg

 

 

19
Out16

Ler

Sr. Solitário

O livro está sempre posicionado na cómoda do meu quarto, vejo-o sempre que lá passo, e, por vezes, contemplo a sua capa, a grafia do título, a textura das folhas.

 

Quando consigo ter algum tempo para ler, depois de todos os meus afazeres, coloco os meus óculos que uso só para a leitura, sento-me no sofá da sala (ou em dias mais frios sento-me na minha cama aconchegado com os cobertores nas pernas), pego no livro, percorro as folhas até ao marcador que sempre uso há mais de 10 anos e começo a ler. O mundo à minha volta para, deixo de ouvir todos os outros sons, esqueço-me até dos meus próprios sentimentos e vivo a história que tenho entre mãos.

 

As palavras correm à medida que passo por elas. Ao lê-las, elas ficam guardadas na minha memória, arrumando-se para que as próximas caibam na mesma gaveta do cérebro, aquelas gavetas imaginárias onde guardamos as nossas lembranças e onde eu tenho uma bem grande que dá para armazenar livros e mais livros que fui lendo ao longo da minha vida.

O meu telemóvel vibra, informando-me que acabo de receber uma nova mensagem. Por vezes sinto-o, outras vezes não e fico admirado quando vejo a luz a piscar porque realmente não dei por ela. Não é à toa quando digo que o mundo à minha volta deixa de existir quando inicio a leitura.

 

As horas passam a correr e chega o momento em que tenho de voltar a colocar o marcador numa nova página e ficar na expectativa de como a história irá se desenvolver. Volto a posicionar o livro na cómoda e ele aguarda que eu volte para o pegar e devorar as suas frases.

No fim, entrego-o à biblioteca onde o fui buscar, ele fica no lugar que lhe é respetivo e aguarda pacientemente que outro leitor o leve e o faça conhecer outra casa, outras divisões, outros hábitos de leitura e outros lugares onde possa ficar temporariamente.

 

Ler%20é%20bom%20para%20você%201.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Este blogue tem direitos de autor

Copyrighted.com Registered & Protected 
AV4F-DECN-50AT-8KBU

A ler...

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D