Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

05
Abr17

Textos com alma

Sr. Solitário

Há quem elogie os meus textos, poderá até haver quem os inveje, o que me enche de orgulho. Cada comentário que é feito no final serve como um incentivo para continuar mais e melhor. Eu não sou escritor, muito menos poeta, apenas sou um homem que gosta de transmitir através das palavras as suas emoções, memórias e vivências.

 

Em cada texto publicado, os leitores podem encontrar um pouco de mim, daquilo que fui e do que sou. Cada frase escrita contém um pouco da minha alma que exponho sem pudores neste meu espaço virtual e do qual todos vocês têm acesso, sem restrições, aqui não há censura. Arrisco-me mesmo a dizer que vocês conhecem-me tal como eu me conheço, ou até mais!

 

Cativar um leitor não é tarefa fácil, eles são cada vez menos, interessam-se por outros assuntos, outros espaços virtuais. Já pensei em desistir, a minha insegurança leva-me a pensar estas coisas, quis guardar as palavras só para mim, estaria a ser egoísta talvez, mas eis que surgem comentários, emails e outras palavras que me fazem repensar na minha decisão.

Como já referi, os meus textos têm todos eles um pouco de mim, deixar de os escrever e/ou apaga-los, desistir deles, seria acabar com aquilo que sou. Toda a minha essência é feita de palavras.

 

palavras.jpg

 

16 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Este blogue tem direitos de autor

Copyrighted.com Registered & Protected 
AV4F-DECN-50AT-8KBU

A ler...

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D