Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

14
Mai18

Sábado à noite

Sr. Solitário

shutterstock_93326353.jpg

 

Já era noite quando ia a caminho de casa. O ar arrefeceu bastante, as estradas quase desertas eram fáceis de percorrer, as luzes publicas dançavam entre os vidros e o meu rosto sonolento. No conforto do carro, embalados ao som de Billy Currington e com as mãos entrelaçadas, fizemos a viagem com um misto de emoções. Por um lado, felizes pelo dia passado, por outro com uma leve tristeza pois seriam horas sem a companhia um do outro até ao dia seguinte. Que tolos que somos!

 

Ele leva a minha mão aos seus lábios e beija-me uma e outra vez. A sensação arrepia-me a pele e os pelos da nuca. Aproximo-me mais dele e deixo a sua barba arranhar o meu rosto.

O Billy Currington canta People Are Crazy no seu ritmo country e eu fecho os olhos apreciando o bom momento que a vida me proporcionou.

Ele diz-me:

"Tu es mon amour pour toujours" - tu és o meu amor para sempre.

 

Isto é amor, não é? Eu acho que sim!

 

8 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D