Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

Sr. Solitário

Aquilo que penso. Aquilo que sinto. Aquilo que sou.

20
Mar18

Escândalos Privados - Nora Roberts

Sr. Solitário

20140205-140324.jpg

 

Sinopse

 

No mundo glamoroso dos talk-shows, as estrelas mais brilhantes escondem os segredos mais negros.

Desenrolando-se no glamoroso mundo da televisão, Escândalos Privados conta-nos a história de Deanna Reynolds, a apresentadora de um pequeno talk-show em ascensão. Bonita, sincera e muito profissional, Deanna decide então partir para Nova Iorque, determinada em tornar-se a melhor dentro do género. Mas isto fá-la atravessar-se no caminho da sua antiga mentora, Angela Perkins, a actual rainha da televisão e uma mulher perigosa de desafiar.

Angela não hesita em roubar convidados, fazer chantagem e até atravessar os limites do bom jornalismo para combater a crescente popularidade de Deanna. E o romance desta com o famoso e encantador repórter Finn Riley, por quem Angela sempre teve uma paixão, só aumenta a tensão. Mas a prova de que as coisas podem sempre piorar é o aparecimento de um fã obcecado, que deseja Deanna só para si, e que começa a matar todos aqueles que se aproximam dela...

 

Este livro trouxe-me um misto de emoções que vão desde a curiosidade à impaciência. A história é interessante, no entanto a rivalidade entre as duas grandes estrelas de televisão dura até quase ao final do livro, e depois tudo acontece tão depressa... Fiquei um pouco desiludido por a escritora não desenvolver mais a história do fã obcecado que, na minha opinião, seria mais interessante do que a rivalidade presente na maioria das páginas que compõem o romance.

Contudo, Nora Roberts, a escritora que vende milhões de livros em todo o mundo, é sempre aquela escritora que nos proporciona boas histórias, bons enredos e, acima de tudo, momentos únicos de emoções.

 

19
Out17

Procuro-te - Lesley Pearse

Sr. Solitário

Procuro-te.jpg

 

Este livro foi-me recomendado por uma amiga que falou-me tão bem dele que eu não resisti em trazê-lo mal o vi disponível. Foi o primeiro que li desta escritora e posso partilhar que fiquei surpreendido.

Confesso que julguei os livros pela capa, sempre que os via dizia para mim mesmo que não passavam de apenas uns "romances cor-de-rosa" dos quais não tenho muita paciência para ler. Contudo, a história deste é tão intensa e tão intrigante que li-o apenas em alguns dias. Adorei.

 

"Sacrificaria o amor da sua vida em nome do passado? Daisy tem apenas vinte e cinco anos quando a mãe morre nos seus braços. Embora saiba há muito que foi adotada, sempre se sentiu amada pelos pais e pelos irmãos. Para Daisy, aquela é a sua família. Todavia, o luto vai abalar o equilíbrio doméstico e revelar rivalidades encobertas. A serenidade dá lugar à devastação, e a jovem sente que é a altura certa para partir em busca das suas raízes e confrontar-se com o passado.

Na ânsia por saber mais sobre Ellen, a sua mãe biológica, e à medida que vai desvendando a história da família, Daisy descobre as duras verdades por detrás do seu nascimento.

Mas Daisy não desistirá de a encontrar, nem que para tal tenha de renunciar ao amor da sua vida."

 

Recomendo.

28
Ago17

D. Teresa - Isabel Stilwell

Sr. Solitário

Ter a oportunidade de ler um romance histórico que recua nove séculos no tempo para mim é um privilégio. Um mundo que só conhecemos bocadinhos, pequenos relatos, que ouvimos nas escolas, vemos em filmes e consultamos em grandiosas obras históricas.

Ao longo das páginas deste romance descobri um mundo completamente diferente, tão rico em tradições boas e más, de um Portugal ainda sem as fronteiras que hoje conhecemos como nossas.

 

D. Teresa, uma filha ilegítima do rei Afonso VI de Leão e Castela, fruto de um caso amoroso com Ximena Moniz, cresceu na corte juntamente com a sua irmã Elvira e sua meia-irmã D. Urraca, com quem veio a ter grandes rivalidades e até guerras de luta pelo poder.

"Filha de um imperador, dele herdou o feitio temperamental e a paixão pelo poder. Viúva ao 25 anos do conde D. Henrique de Borgonha, regeu com pulso de ferro o que era seu por direito. Em 1116, o papa Pascoal II chamava-lhe rainha."

 

D. Teresa foi uma mulher que não abriu mão do poder. "Uma mulher de armas, à frente do seu tempo, que governou num mundo de homens e conspirações.

Pelo seu Condado Portucalense confrontou a meia-irmã e rival rainha Urraca de Castela, o pai, a Igreja Católica, os nobres portucalenses e até mesmo o próprio filho D. Afonso Henriques. A cavalo, de espada em riste, enfrentou-o na lendária Batalha de São Mamede, em 1128".

 

Um romance que recomendo.

Dona-Teresa-Isabel-Stilwell.jpg

 

02
Mar17

As Flores de Lótus - José Rodrigues dos Santos

Sr. Solitário

Este livro dececionou-me. José Rodrigues dos Santos é já um proclamado escritor português, as suas obras vendem milhares de exemplares, são traduzidas em várias línguas. Poderia enumerar aqui algumas das obras que mais gostei, no entanto, vou focar-me apenas neste que acabei de ler hoje.

 

Como referi no início deste texto, este livro dececionou-me, ficou muito à quem das minhas expectativas. O mesmo conta a história de quatro famílias, oriundas de quatro países diferentes, nomeadamente de Portugal, Japão, China e Rússia. A história em si não é má, o que acaba por tornar o livro, como dizer?, enfadonho são os pormenores políticos de cada país. Diria mesmo que o livro peca pelas informações a mais por um assunto que não é de todo do meu interesse!

 

Se recomendo este livro? Depende do gosto literário de cada um. Se procuram um romance histórico em que a política é o centro da trama, então este é um dos livros certos que devem ler. Se procuram uma história apaixonante, de amores proibidos e um romance arrebatador, este não é, de todo, a melhor opção.

Contudo, há que realçar o trabalho de pesquisa que o autor teve para nos apresentar uma obra rica de tradições e costumes de cada país já referido. Mas a política... não!

 

img_999x556$2015_10_22_11_58_56_141080.jpg

 

04
Nov16

Viver depois de ti - Jojo Moyes

Sr. Solitário

Esta é a história de Louisa Clark, uma jovem com uma vida banal que, quando é confrontada com o desemprego, decide candidatar-se a um cargo de cuidadora de um homem tetraplégico, sem qualquer experiência.

 

Will Traynor vive aprisionado numa cadeira de rodas, precisa de ajuda para levantar-se, para comer, para barbear-se e para se deitar, entre outras coisas que para nós, comuns mortais, são totalmente superficiais. Com um temperamento difícil, Will vive a sua vida de uma forma apática, revoltado com o seu destino. Porém, com a chegada de Louisa, Will suaviza aos poucos o seu caráter e ela aprende a lidar com ele melhor que ninguém.

 

Contudo, o que Louisa não sabe, é que o Will já tem planos para a sua vida, planos esses que, ao descobri-los, a deixam em choque e tenta fazer de tudo para os mudar.

É um livro maravilhoso que recomendo vivamente. Uma história marcante que nos deixa a pensar sobre o real sentido da vida.

 

viverdepoisdeti

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D